Passar a ferro realmente prejudica o meio ambiente? Isso não é sempre verdade

Evitar engomar reduz o consumo de energia? E se disséssemos que fazer exatamente o oposto pode ajudar o meio ambiente?

Autor: Editor: Polti Portugal Data de publicação:
Passar a ferro realmente prejudica o meio ambiente? Isso não é sempre verdade

Não passar a ferro não é uma solução para ser mais sustentável. Mas vamos começar com o básico.

O impacto ambiental da moda é, sem dúvida, significativo: é responsável por cerca de 10% das emissões globais de gases com efeito de estufa 1, apenas se pensarmos no CO2 produzido para o transporte de matérias-primas e produtos acabados. Acrescente-se a isto que são necessários 2700 litros de água para fazer uma t-shirt - desde a plantação de algodão até à lavagem doméstica - entendemos quanto vale, em termos de proteção ambiental, para comprar menos uma peça de vestuário por ano.

Passar a ferro prolonga a vida das suas roupas

Em vez de navegar na web à procura de truques para não passar, lembre-se que passar a ferro, particularmente com ferro de vapor, é uma forma eficaz de promover um melhor cuidado das peças de vestuário.  Placas com gerador de vapor de alta pressão são excelentes ferramentas para garantir uma vida útil mais longa para as suas roupas.

De facto, o calor, a pressão e o vapor aplicados ao ferro ajudam a manter a integridade do fio, ligam as moléculas ao tecido principal e retardam o processo de envelhecimento das fibras. Se deixadas sem ferro, as fibras que serão separadas enfraquecem o tecido e formam as "bolas", ou o pilling dos  tecidos, que fazem uma peça de roupa parecer desatualizada e mal mantida.

Proteger as suas roupas do envelhecimento irá impedi-lo de necessariamente ter de comprar roupa nova após um curto período de tempo, eliminando números do mercado da fast fashion. .

Cuidados sustentáveis de vestuário

Escolha ferros  de última geração para economizar até 46% de energia em comparação com os ferros tradicionais. Se considerarmos que uma parte das emissões do sector têxtil é causada por processos de cuidados com os produtos, compreendemos a importância de escolher uma ferramenta eficiente, medindo também os resultados e não apenas o consumo de energia.

Engomar rapidamente e bem sem ter que passar muito tempo com a mesma roupa, otimizar os tempos de utilização e reduzir o consumo. Alguns modelos de ferros oferecem programas predefinidos que permitem tratar cada tecido com a intensidade de vapor certa e, ajustando a temperatura conforme necessário, facilitando o engomar tornando-o rápido e eficiente a partir da primeira passagem.

Se estiver equipado com o programa ECO, é garantida a poupança de água e energia.

Não passar a ferro, não é a solução

Esqueça o mito da secagem da roupa no secador para evitar passar a ferro: este dispositivo apresenta imediatamente uma crítica ligada ao consumo de alta energia. Pendurar roupas ao ar livre é a melhor maneira de secá-la. E no inverno, se a linha de roupa é roupa interior, pendure roupas sem sobreposição e use um desumidificador de sal.

Para tornar a sua engomar ainda mais verde,não passe algumas roupas ao mesmo tempo. Organize as suas máquinas de lavar roupa para poder passar muitas roupas numa única sessão.

Para lençóis de ferro, toalhas e têxteis domésticos mais rápido, passe várias camadas sobrepostas.

Outro aspeto a ter em conta é a qualidade dos tecidos: quanto mais soltos os fios do tecido, mais os tecidos enrugam. Por esta razão, os tecidos de alta qualidade não são propensos a rugas e, portanto, são engomados mais rapidamente. Em contraste, os tecidos de baixa qualidade tendem a formar muitas dobras porque os fios estão distantes, sem uma estrutura definida.

Passar a ferro higieniza a roupa com altas temperaturas e vapor, reduzindo os agentes patogénicos deixados após a lavagem. Isto permite evitar a adição de detergentes e aditivos específicos à máquina de lavar roupa que contaminaria ainda mais os recursos hídricos.

Da próxima vez que comprar uma nova peça de roupa, lembre-se que pode torná-la mais sustentável escolhendo produtos de qualidade, que vêm de fontes certificadas e optando por engomar, para que dure a tempo.

 

1Cuidados sustentáveis dos produtos têxteis e o seu impacto ambiental: Processos de secagem e de engomar. Changsang Yun, Sarif Patwary, Melody L. A. LeHew e Jooyoun Kim. Fibras e Polímeros 2017, Vol.18, Nº 3, 590-596

2 Guia Prático da Energia para o Instituto de Diversificação e Poupança Energética (IDAE) do Ministério da Indústria, Turismo e Comércio

 

Serviços Polti